Hiperidrose

Cosmiatria

Hiperidrose

A hiperidrose é a transpiração (sudorese) excessiva e incontrolável, podendo surgir sem qualquer fator desencadeante aparente. Atinge homens e mulheres e se manifesta em várias idades.

Apesar de ser indispensável para controlar a temperatura do corpo, especialmente durante a prática de exercícios físicos, o suor excessivo causa impacto significativo na vida profissional e emocional dessas pessoas, podendo causar constrangimento, isolamento, incômodo físico e odores indesejados.
Pode se manifestar por sudorese excessiva da testa (hiperidrose frontal), das mãos (hiperidrose palmar), dos pés (hiperidrose plantar) e das axilas (hiperidrose axilar).
Entre os tratamentos possíveis existem desde agentes tópicos simples como antitranspirantes a base de cloridrato de alumínio até a cirurgia de Simpatectomia Torácica, sendo esse o único tratamento que pode ser definitivo em caso de sucesso, mas que envolve riscos inerentes ao prodecimento cirúrgico.

Entre esses dois extremos de tratamento existe a aplicaçãoo da toxina botulínica. Ela bloqueia a liberação do neu­rotransmissor acetilcolina, produzindo desnervação química da glândula e cessação temporária da sudorese excessiva.
É um tratamento de fácil realização, podendo ser feito em consultório.
Sua principal desvantagem é seu efeito temporário, durando cerca de 8-12 meses, sendo necessárias reaplicações para manutençãoo do resultado.

Outros procedimentos


Quer receber informações e curiosidades em Cirurgia Plástica? Cadastre-se!